Perguntas & Respostas (FAQ)

[As informações aqui apresentadas possuem o caráter de facilitar o entendimento do contexto dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI.
– Para acesso às informações válidas regimentalmente, acesse: http://ppgsi.each.usp.br/normas-e-regimentos/.
– Para acesso às informações válidas especificamente para o atual processo seletivo para aluno regular, acesse: http://ppgsi.each.usp.br/editais-abertos/.]

1) O que significa PPgSI?

É a sigla para “Programa de Pós-graduação em Sistemas de Informação”.

2) Os cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI é reconhecido?

Sim, o PPgSI é recomendado pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Veja informações detalhadas em: http://www.capes.gov.br/cursos-recomendados/.

3) O que significa Capes?

Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) é o órgão do Ministério da Educação (MEC), do governo federal brasileiro, responsável por avaliar e recomendar cursos de pós-graduação no Brasil. Veja mais informações em: http://www.capes.gov.br.

4) Que cursos o PPgSI oferece?

O PPgSI oferece um curso de mestrado acadêmico (que é diferente de mestrado profissional e de especialização ou MBA) e um doutorado acadêmico (que é diferente de doutorado profissional).

5) Desde quando os cursos do PPgSI são oferecidos?

O curso de mestrado do PPgSI é oferecido desde 2010 e o curso de doutorado do PPgSI é oferecido desde 2019.

6) Quais são os títulos conferidos pelo PPgSI?

O título conferido aos egressos do mestrado é “Mestre em Ciências, obtido no programa de Sistemas de Informação”. Esse título representa um “mestrado acadêmico”. O título conferido aos egressos do doutorado é “Doutor em Ciências, obtido no programa de Sistemas de Informação”. Esse título representa um “doutorado acadêmico”.

7) Qual a diferença entre mestrado acadêmico e mestrado profissional e entre um doutorado acadêmico e um doutorado profissional?

Os cursos de mestrado e de doutorado oferecidos pelo PPgSI são do tipo “acadêmico”. Há também cursos de mestrado e de doutorado oferecidos no Brasil, em outros programas, do tipo “profissional”. Para saber exatamente as diferenças entre esses dois tipos de cursos de mestrado, sugerimos buscar informações no website da Capes: http://www.capes.gov.br.

8) Qual a diferença entre mestrado e especialização ou MBA?

O curso de mestrado oferecido pelo PPgSI é do tipo stricto sensu. Há dois tipos de pós-graduação oferecidas no Brasil: lato sensu (que inclui cursos de especialização e MBA) e stricto sensu (que inclui cursos de mestrado e cursos de doutorado). Para saber exatamente as diferenças entre esses dois tipos de cursos de pós-graduação, sugerimos buscar informações nos websites do MEC (http://www.mec.gov.br) e da Capes (http://www.capes.gov.br).

9) Quais as diferenças em os cursos de mestrado e de doutorado acadêmicos?

Os cursos de mestrado e de doutorado são parecidos em termos de formato e objetivos, mas com diferenças em nível e exigência de contribuição. Tanto o mestrado acadêmico quanto o doutorado acadêmico possuem o objetivo de formar profissionais para fins de pesquisa científica. Porém, o mestrado pode ser entendido como uma etapa intermediária na formação de um pesquisador completo, o que é alcançado apenas com o curso de doutorado. Isso é refletido, por exemplo, na duração dos dois cursos: enquanto o mestrado dura idealmente dois anos, o doutorado dura idealmente quatro anos. Nos dois cursos, o aluno deve cursar disciplinas com conteúdo avançado por um ano e usar o restante de seu tempo para desenvolver seu projeto de pesquisa (ou seja, mais um ano para o mestrado e mais três anos para o doutorado). A contribuição científica esperada pelo doutorando deve ser muito maior e mais original do que a do mestrando, embora o mestrando também deva se preocupar com esses fatores, em uma escala menor.

10) O que é doutorado direto?

Embora o percurso normal, seguido pela grande maioria dos alunos, seja primeiramente cursar um mestrado e depois cursar um doutorado, existe a possibilidade de cursar um doutorado sem antes ter cursado o mestrado. Porém, isso ocorre apenas em casos bastante excepcionais, quando o aluno demonstra grande capacidade em realizar pesquisa científica de qualidade, de forma a não ser necessária a etapa intermediária do mestrado. Isso normalmente acontece, por exemplo, quando um aluno realizou uma iniciação científica durante seu curso de graduação e impressionou bastante seu orientador pelo trabalho realizado e resultados alcançados.

11) Quais as formas de doutorado direto no PPgSI?

No PPgSI, existem duas formas para um aluno cursar um doutorado direto: (1) inscrever-se e ser aprovado diretamente para o doutorado direto, sendo para isso necessário uma carta de encaminhamento de um orientador que demonstre as características excepcionais do candidato e (2) inscrever-se e ser aprovado para o mestrado e no meio do curso de mestrado migrar para o doutorado, quando ficar nítido para a coordenação do programa as características excepcionais do candidato (isso ocorre durante o exame de qualificação do aluno, quando ele pode mudar do mestrado para o doutorado, nesse caso, o doutorado direto).

12) Mestrados e doutorados acadêmicos servem apenas para quem deseja trabalhar na academia?

Não. O aprendizado recebido em cursos de mestrado e de doutorado acadêmicos é muito útil para desempenhar atividades especializadas em diversos tipos de organização. O futuro egresso carrega consigo uma capacidade importante para resolução de problemas de forma sistemática, o que costuma ser bastante valorizado por inúmeras organizações. Veja mais informações no Perfil do Egresso: http://ppgsi.each.usp.br/apresentacao-geral.

13) Qual a diferença entre programas de pós-graduação em “Sistemas de Informação”, “Ciência da Computação”, “Informática”, “Computação Aplicada” etc.?

Em geral, todos os programas com esse tipo de nomenclatura possuem mais semelhanças do que diferenças. Todos eles são regidos pela mesma e única área de “Ciência da Computação” da Capes, que é a agência federal responsável pelos programas de pós-graduação stricto sensu no Brasil. As possíveis diferenças entre esses programas com nomenclatura similar podem estar relacionadas ao foco e tipo de pesquisa conduzida pelos seus orientadores e consequentemente pelos alunos. Enquanto alguns programas podem, por exemplo, ter um foco em pesquisa mais teórica, outros podem ter um foco em pesquisa mais aplicada, mas sempre pesquisas na área de Computação. Em geral, apenas pelo nome do programa, não é possível identificar o foco da pesquisa do programa; o mais indicado é verificar a área de concentração, as linhas de pesquisa e principalmente o perfil dos orientadores associados ao programa.

14) Tenho que saber programar para cursar o mestrado ou o doutorado em Sistemas de Informação do PPgSI?

Sim, e bem. Os cursos de mestrado e de doutorado em Sistemas de Informação do PPgSI são mestrado e doutorado acadêmicos da área de Ciência da Computação e, dessa forma, pressupõe conhecimentos avançados em programação de software. Embora existam diferentes linhas de pesquisa e áreas de pesquisa no PPgSI, todas elas demandam conhecimentos de programação.

15) Que linguagens de programação eu preciso dominar para cursar o mestrado ou o doutorado em Sistemas de Informação?

Não há nenhuma linguagem de programação específica necessária ou desejada. Isso vai depender de uma série de fatores que incluem as necessidades de um determinado orientador e de um determinado projeto de pesquisa. Eventualmente, dependendo da situação, um orientador pode escolher uma linguagem de programação que seja de mais conhecimento do aluno para facilitar o desenvolvimento do projeto, caso isso seja possível; porém, para outros casos, se isso não for possível, o aluno pode precisar adquirir fluência em uma nova linguagem de programação para desenvolver seu projeto de pesquisa. Dependendo na natureza do projeto, o orientador pode deixar que o aluno escolha a linguagem de programação a ser usada; em outros casos, a linguagem de programação precisa ser necessariamente uma em específico, sendo pré-determinada pelo orientador.

16) O que devo saber sobre algoritmos?

A disciplina obrigatória “Análise de Algoritmos e Estruturas de Dados” aborda a teoria por trás de algoritmos e de estruturas de dados. A disciplina não cobre, por exemplo, trabalhos práticos de implementação de algoritmos ou de estruturas de dados. Ela pode ser uma disciplina bastante desafiadora para quem está mais acostumado com uma visão prática de programação. Para você mais bem direcionar suas expectativas em relação ao conhecimento de algoritmos, uma sugestão é a leitura do livro: “Algoritmos – Teoria e Prática, 3ª edição, 2012, Thomas H. Cormen, Ronald L. Rivest, Charles E. Leiserson, Clifford Stein”.

17) Qual é a área principal do PPgSI? O que é área de concentração?

O PPgSI realiza todos seus trabalhos de ensino e pesquisa exclusivamente na área de Ciência da Computação. Dentro da Ciência da Computação, mais especificamente, o PPgSI atua na seguinte área de concentração: “Metodologia e Técnicas Computacionais”. Veja mais informações na descrição dos objetivos do PPgSI, e de seus cursos de mestrado e de doutorado em particular, em: http://ppgsi.each.usp.br/apresentacao-geral.

18) Há alguma estruturação do PPgSI em linhas de pesquisa ou áreas de pesquisa?

Os trabalhos do PPgSI são realizados considerando duas principais linhas de pesquisa: “Gestão e Desenvolvimento de Sistemas” e “Inteligência de Sistemas”. Essas duas linhas de pesquisa são divididas em outras sete áreas de pesquisa. Veja mais informações na descrição dos objetivos do PPgSI, e de seus cursos de mestrado e de doutorado em particular, em: http://ppgsi.each.usp.br/linhas-de-pesquisa.

19) O que são áreas de aplicação?

Considerando o aspecto de pesquisa aplicada que o PPgSI possui, muitos dos projetos de pesquisa realizados dentro do PPgSI são realizados com o objetivo de aplicar metodologias e técnicas computacionais para resolver problemas de outras áreas de conhecimento, tais como: química, educação, moda, saúde, entre vários outros. Veja mais informações na descrição dos objetivos do PPgSI, e de seus cursos de mestrado e de doutorado em particular, em: http://ppgsi.each.usp.br/areas-de-aplicacao.

20) O que é esperado de um aluno de um curso de mestrado e de um curso de doutorado, do tipo acadêmico, como o do PPgSI?

Espera-se principalmente que esse aluno deseje se preparar para os desafios de uma carreira científica e tecnológica que demanda alto poder de abstração e sistematização. Embora esse aluno precise em um primeiro momento assistir aulas em disciplinas, o principal objetivo é a posterior realização de um projeto de pesquisa, em colaboração com seu orientador. Espera-se que esse projeto de pesquisa não apenas capacite esse aluno para que ele contribua posteriormente para a sociedade, mas que essa contribuição já seja feita inclusive durante a própria realização de seu curso de mestrado ou de doutorado.

21) Quais os resultados que se espera, por parte do aluno, com a realização de um curso de mestrado e de doutorado como os oferecidos pelo PPgSI?

Um programa de pós-graduação, como o PPgSI, é avaliado principalmente em função da produção acadêmica e científica que ele produz de forma geral, o que inclui a produção de cada aluno e egresso do curso de mestrado e de doutorado de forma específica. Assim, será esperado que os projetos de pesquisa sendo realizados pelos alunos do curso de mestrado e de doutorado cheguem a seu final produzindo importantes resultados do ponto de vista de artigos científicos publicados em coautoria com seus orientadores nos principais veículos de divulgação científica nacional e, principalmente, internacional – incluindo conferências e periódicos.

22) É necessária dedicação exclusiva ou integral? Ou é possível cursar o mestrado e o doutorado do PPgSI em dedicação parcial?

Apesar de desejável, não é necessário que o aluno se dedique integralmente ao curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI. Porém, se o aluno deseja cursar o mestrado ou o doutorado em dedicação parcial, ele precisa estar ciente de que precisará reservar tempo considerável para realizar suas atividades do curso de mestrado ou de doutorado, em todas suas etapas, uma vez que não há nenhuma diferença nos prazos e nas formas de avaliação entre alunos que são de dedicação exclusiva e os alunos que são de dedicação parcial, por trabalharem, por exemplo.

23) Quais são as etapas ou atividades do curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Basicamente, tanto o curso de mestrado quanto o de doutorado divide-se em duas principais etapas: (1) realização de disciplinas, nas quais o aluno precisa obter aprovação e (2) realização do projeto de pesquisa, que passa por um exame de qualificação e culmina com a defesa de sua dissertação (para o mestrado) ou de sua tese (para o doutorado), incluindo a produção e publicação de seus resultados na forma de artigos científicos.

24) Como o aluno do curso de mestrado e de doutorado é avaliado no PPgSI?

Em cada etapa, diferentes tipos de avaliação são realizados. Na primeira etapa, o aluno precisa ser aprovado nas disciplinas. Na segunda etapa, o aluno deverá ser aprovado em um exame de proficiência em língua inglesa, no exame de qualificação e na defesa da dissertação de mestrado ou da tese de doutorado. Além disso, semestralmente o aluno é avaliado por meio de um relatório semestral a ser preenchido por ele e avaliado por seu orientador e pela coordenação do PPgSI. Em diferentes momentos do curso, a capacidade do aluno gerar resultados de pesquisa na forma de artigos científicos, derivados de seu projeto de pesquisa, serão também avaliados. Como informação adicional, verifique o template do “relatório semestral para aluno regular”, que já inclui as regras de avaliação, em: http://ppgsi.each.usp.br/formularios-para-orientandos/.

25) As disciplinas do PPgSI são diferentes entre os cursos de mestrado e de doutorado?

Não, não existem disciplinas específicas para o curso de mestrado e disciplinas específicas para o curso de doutorado. O que existem são disciplinas da pós-graduação em sistemas de informação, que são válidas tanto para o mestrado quanto para o doutorado. Todas as disciplinas são consideradas de conteúdo avançado, para que sejam úteis tanto para alunos de mestrado quanto para alunos de doutorado.

26) Qual conjunto de disciplinas é necessário cursar no mestrado e no doutorado do PPgSI?

Para obter o título de mestre ou de doutor pelo PPgSI, o aluno precisa cursar quatro disciplinas – duas disciplinas obrigatórias e mais duas disciplinas dentre um conjunto de disciplinas optativas, conforme catálogo apresentado em Disciplinas: http://ppgsi.each.usp.br/catalogo-de-disciplinas. Se o aluno de doutorado já cursou as disciplinas obrigatórias durante  seu curso de mestrado realizado no próprio PPgSI, então durante seu curso de doutorado ele deverá cursar quatro disciplinas dentre as optativas sem repetir as obrigatórias. Para mais detalhes a respeito dessas regras, consulte o regulamento do PPgSI em: http://ppgsi.each.usp.br/normas-e-regimentos.

27) Quais são as disciplinas obrigatórias e optativas oferecidas para o próximo semestre para o curso de mestrado e de doutorado do PPgSI, incluindo seus dias, horários e docentes?

Usualmente, no segundo semestre de cada ano, a coordenação do PPgSI publica quais disciplinas serão oferecidas nos dois semestres do ano seguinte, incluindo seus dias, horários e docentes responsáveis (mesmo que informações provisórias). Essa programação pode sofrer ajustes no início de cada semestre. Verifique o planejamento atual em: http://ppgsi.each.usp.br/semestre-atual-e-proximos.

28) Não é prevista nenhuma disciplina no período noturno para o curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Normalmente, não. Eventualmente, algum docente pode solicitar oferecer alguma disciplina do catálogo de disciplinas no período noturno, mas é bastante raro.

29) Qual é a duração de cada disciplina?

As disciplinas do PPgSI possuem quatro horas-aula semanais (com exceção de uma disciplina que possui duas horas-aulas semanais) e são ofertadas em períodos de 15 semanas letivas, que normalmente ocorre de março a junho ou de agosto a novembro.

30) O que ocorre se o aluno reprovar em disciplinas ou não conseguir cumprir todas as disciplinas necessárias para o curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Se o aluno reprovar pela segunda vez na mesma disciplina ou reprovar em três disciplinas diferentes ele é automaticamente desligado do curso de mestrado ou de doutorado, não passando para a próxima etapa. Se ele não conseguir aprovação em todas as disciplinas necessárias dentro do tempo previsto, mesmo que não tendo as reprovações descritas, ele também é automaticamente desligado.

31) É possível aproveitar disciplinas já cursadas em outros programas de pós-graduação para o curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Sim, é possível, desde que se refira a um programa do tipo stricto sensu presencial, assim como o PPgSI, e que o curso não tenha sido finalizado. Além disso, várias outras questões devem ser consideradas, tal como área do programa em que a disciplina foi cursada, ementa da disciplina, carga-horária da disciplina, quantidade de créditos da disciplina, etc. Cada solicitação de aproveitamento é avaliada individualmente pela coordenação do PPgSI, quando encaminhada pelo aluno interessado. Além disso, seu orientador precisa estar de acordo com o a solicitação.

32) É possível aproveitar disciplinas já cursadas em cursos de graduação para o curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Não, apenas disciplinas de programas de pós-graduação do tipo stricto sensu presencial, assim como o PPgSI (considerando ainda algumas restrições).

33) É possível aproveitar disciplinas já cursadas em cursos de pós-graduação a distância para o curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Não, apenas disciplinas de programas de pós-graduação do tipo stricto sensu presencial, assim como o PPgSI (considerando ainda algumas restrições).

34) É possível aproveitar disciplinas já cursadas em cursos de pós-graduação que tenham sido finalizados?

Não, apenas disciplinas de programas de pós-graduação que não tenham sido finalizados podem ser aproveitadas para os cursos de mestrado ou de doutorado no PPgSI. Ou seja, se você começou um curso em outro programa, realizou disciplinas, mas não terminou o curso, então você pode aproveitar essas disciplinas para o PPgSI. Isso também vale para disciplinas que você tenha cursado na condição de aluno especial. Porém, se você finalizou seu curso, seja de mestrado ou de doutorado, ou seja, se a disciplina foi usada para você finalizar seu outro curso, isso significa que ela já foi integralizada, que ela já foi usada para um curso, não podendo ser usada para outro. Por exemplo, você não pode aproveitar disciplinas de seu mestrado cursado em outro programa para eliminar disciplinas de seu doutorado no PPgSI, pois essas disciplinas já foram usadas para o seu mestrado; a não ser que você tenha feito disciplinas a mais em seu mestrado.

35) É possível cursar disciplinas em outros programas de pós-graduação da USP para meu curso de mestrado ou de doutorado no PPgSI?

Sim, normalmente, como se a disciplina fosse oferecida pelo próprio PPgSI. A única restrição é que o docente da disciplina precisa aceitá-lo em sua turma. Além disso, é necessário estar atento com o número de créditos das disciplinas de outros programas que não necessariamente são iguais aos do PPgSI, de forma que que podem faltar ou sobrar créditos.

36) O que é exame de qualificação, no escopo do curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Durante a etapa de desenvolvimento de seu projeto de pesquisa, o aluno precisa passar por um exame que verifica se seu projeto de pesquisa está ou não no caminho correto; ou seja, se ele está qualificado ou não para seguir adiante. Esse exame é chamado de exame de qualificação, e ocorre aproximadamente no meio da etapa de desenvolvimento do projeto de pesquisa.

37) O que ocorre se o aluno reprovar no exame de qualificação ou não conseguir realizá-lo no período necessário, de acordo com as regras do curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Se o aluno reprovar uma vez no exame de qualificação, ele poderá realizá-lo novamente; se ele reprovar pela segunda vez, ele é automaticamente desligado do curso de mestrado ou do curso de doutorado, não passando para a próxima etapa. Se ele não conseguir realizar o exame de qualificação dentro do tempo previsto, mesmo que não reprovando, ele também é automaticamente desligado.

38) O que ocorre se o aluno reprovar na defesa de dissertação de mestrado ou da tese de doutorado ou não conseguir realizá-la no período necessário, de acordo com as regras do curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Se o aluno reprovar na defesa de dissertação de mestrado ou de tese de doutorado, ele é automaticamente desligado do respectivo curso e não obtém seu título; e ele não poderá tentar uma segunda vez. Se ele não conseguir realizar a defesa da dissertação dentro do tempo previsto, mesmo que não reprovando, ele também é automaticamente desligado.

39) Em quanto tempo eu devo finalizar meu curso de mestrado ou de doutorado no PPgSI?

O esperado é que todo o curso de mestrado seja realizado e concluído em 24 meses, culminando na defesa da dissertação. Em casos excepcionais, o aluno poderá finalizar seu curso de mestrado em até 30 meses, podendo ser desligado antes caso seu desempenho seja considerado insatisfatório. Para o curso de doutorado, o ideal são 48 meses, podendo ser finalizado em até 54 meses.

40) Eu consigo finalizar meu curso de mestrado no PPgSI em menos do que 24 meses ou meu curso de doutorado em menos do que 48 meses?

Caso você tenha cursado disciplinas do PPgSI na condição de aluno especial, você pode conseguir finalizar seu mestrado em menos de 24 meses ou seu doutorado em menos de 48 meses após seu ingresso como aluno regular. O prazo mais provável vai depender de quantas disciplinas você já cursou como aluno especial; da melhor das hipóteses, se todas as disciplinas já foram cursadas, o esperado é que você finalize seu curso de mestrado em até 12 meses ou de doutorado até 36 meses após seu ingresso como aluno regular. Assim, não é esperado que você gaste 24 meses para realização de seu projeto caso já tenha cursado disciplinas como aluno especial.

41) Em quanto tempo eu devo finalizar minhas disciplinas em meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI? E meu projeto de pesquisa?

O esperado é que todas as disciplinas sejam cursadas em dois semestres; podendo, excepcionalmente, serem cursadas em três semestres. Na sequência, o esperado é que o projeto de pesquisa seja finalizado em no máximo mais 12 meses (para o mestrado) ou 36 meses (para o doutorado), incluindo a etapa intermediária de exame de qualificação. Qualquer prazo além dos esperados precisa ser devidamente justificado para que o aluno não tenha seu desempenho considerado insatisfatório, podendo por isso ser desligado do curso de mestrado ou de doutorado.

42) Posso cursar as disciplinas e realizar meu projeto de pesquisa em paralelo em meu curso de mestrado ou de doutorado no PPgSI?

Na prática, isso precisa ocorrer, mas de forma cuidadosa. Nos dois primeiros semestres, a ênfase deve ser dada às disciplinas, porém, o aluno já deve realizar trabalhos iniciais com o projeto de pesquisa. Isso dependerá de uma série de características, tais como: natureza do projeto, orientador, desempenho nas disciplinas, etc. Certamente, na disciplina de Metodologia de Pesquisa em Sistemas de Informação, o aluno já precisará abordar aspectos de seu projeto de pesquisa. Eventualmente, isso pode ocorrer também em outras disciplinas, normalmente optativas. Além disso, é esperado que o Exame de Qualificação seja realizado o mais cedo possível ao término da etapa de disciplinas, e para isso é necessário já adiantar bem os trabalhos com o projeto de pesquisa durante as disciplinas.

43) É necessário possuir algum certificado de proficiência em língua inglesa (por exemplo, TOEFL®) para fazer o curso de mestrado e de doutorado no PPgSI?

A proficiência em língua inglesa não é necessária para entrada nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI. Porém, depois de sua matrícula no curso, o aluno terá um prazo de pouco mais de um ano para demonstrar proficiência em língua inglesa, o que poderá ser feito por meio de diferentes tipos de certificação, inclusive um exame oferecido pela própria USP. Os exames previstos, assim como os níveis mínimos, estão apresentados no regulamento do PPgSI em: http://ppgsi.each.usp.br/normas-e-regimentos.

44) Como posso escolher um orientador para meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

O orientador será formalmente definido apenas depois que o candidato for aprovado no processo seletivo para aluno regular. Quem atribui o orientador ao aluno é a comissão de seleção que pode, para isso, considerar a manifestação do candidato em sua ficha de inscrição. É altamente recomendável que o candidato já entre em contato com potenciais orientadores ainda antes ou durante o processo seletivo — principalmente para o curso de doutorado –, para aumentar as chances de que ele seja alocado a um orientador de seu interesse, embora não possa haver garantias disso. Assim, sugerimos que os candidatos interessados consultem a página de orientadores e suas áreas de pesquisa em: http://ppgsi.each.usp.br/orientador_ppgsi.

45) Posso conversar pessoalmente com um docente que eu gostaria que fosse meu orientador para meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Isso vai depender da disponibilidade de cada docente, em diferentes momentos. Sugerimos que inicialmente busque um contato via email. Na sequência, o candidato pode perguntar sobre a disponibilidade para uma reunião presencial nas dependências da EACH-USP.

46) Como posso saber mais informações sobre um docente que eu gostaria que potencialmente fosse meu orientador para meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Antes de entrar em contato via email ou conversar pessoalmente com um orientador, sugerimos que antes se informe sobre os projetos de pesquisa e artigos científicos recentes desse docente. Acesse seu currículo Lattes, cujo link encontra-se disponível na página de orientadores do PPgSI: http://ppgsi.each.usp.br/orientador_ppgsi/. Via currículo Lattes, o candidato terá acesso a informações detalhadas sobre o tipo de pesquisa que o docente realiza. Adicionalmente, o candidato pode acessar as páginas pessoais (home pages) dos orientadores que estiver interessado, cujos links também se encontram disponíveis na página de orientadores do programa. É aconselhável, inclusive, que o candidato acesse alguns artigos publicados para entender um pouco mais da pesquisa do orientador que ele tem interesse em conversar.

47) Como escolho meu projeto de pesquisa para meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI? Sou eu quem escolho o tema?

Em geral, o tema do projeto de pesquisa do aluno é definido pelo orientador. Geralmente, o orientador já possui grandes projetos de pesquisa em andamento, muitas vezes financiados, que precisam ser finalizados, e para isso precisam da colaboração dos alunos dos cursos de mestrado e de doutorado. Esses grandes projetos de pesquisa costumam ser divididos em subprojetos, sendo cada subprojeto atribuído a diferentes alunos dos cursos de mestrado e de doutorado. Para o caso de doutorado, existe um pouco mais de flexibilidade, mas, ainda assim, isso depende do orientador e de suas necessidades de pesquisa.

48) Posso desenvolver um sistema de informação como tema de meu projeto de pesquisa de mestrado? E para o doutorado?

Em geral, não. O tema de um projeto de mestrado deve ter um foco muito mais relacionado a “pesquisa” do que a “desenvolvimento” propriamente dito, mesmo se tratando de um contexto de “pesquisa aplicada”. Assim, o simples foco na construção de um sistema de informação não configura um tema de um projeto de pesquisa, mesmo que esse sistema possua caráter inovador. Por outro lado, é comum que projetos de pesquisa possuam como passos metodológicos a construção de protótipos de ferramentas computacionais para validar o tema do projeto de pesquisa; ou seja, o eventual sistema a ser construído tem um propósito secundário, de apoio aos objetivos da pesquisa, e não deve ser considerado como o resultado principal da pesquisa em si. Já para o doutorado, o caráter de pesquisa deve ser ainda mais acentuado, de forma que o desenvolvimento de um sistema deve ser encarado apenas como uma contribuição tecnológica colateral e não como a principal contribuição científica de seu projeto.

49) A intenção de pesquisa que eu preenchi na ficha de inscrição não é levada em conta para a definição de meu projeto de pesquisa em meu curso de mestrado do PPgSI? E o projeto de pesquisa que eu usei em minha inscrição para o doutorado?

A intenção de pesquisa para a inscrição ao mestrado não tem esse propósito, mas sim o propósito de avaliar a capacidade do aluno em entender o que é um projeto de pesquisa. Eventualmente, um orientador poderá definir um projeto de pesquisa para um aluno que considere o desejo do aluno em trabalhar em algum tema específico, mas isso é raro, uma vez que o aluno normalmente ainda não possui maturidade de pesquisa adequada para compreender o que se espera de um projeto de pesquisa em nível de mestrado. Esse tipo de autonomia é esperado para um candidato a doutorado. Porém, ainda assim, é esperado que o candidato ao doutorado converse antecipadamente com um orientador para definir um tema de pesquisa para ele apresentar seu projeto de pesquisa. Caso contrário, ele pode apresentar um bom projeto de pesquisa, por conta própria, ser bem avaliado e por isso ser aprovado no processo seletivo, mas não ter nenhum orientador que se sinta adequado para orientar naquele tema, de forma que o aluno de doutorado terá que desenvolver um outro projeto de pesquisa alinhado com o orientador que foi atribuído a ele pela comissão de seleção.

50) Poderei mudar de orientador em meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI, se desejar?

É possível, mas não é desejável. O orientador é definido assim que o aluno é aprovado no processo seletivo, e o acompanha desde o início, inclusive ainda durante a etapa de disciplinas. Em casos excepcionais, o regulamento do PPgSI prevê a troca de orientador, desde que devidamente justificada e aceita pelo atual orientador e por um novo orientador.

51) Como posso ter uma ideia mais clara do que é um projeto de pesquisa e uma dissertação em nível de mestrado e de doutorado na área do PPgSI?

A melhor forma é olhar as dissertações e teses já defendidas pelos atuais mestres e doutores titulados pelo PPgSI, as quais podem ser consultadas em: http://ppgsi.each.usp.br/dissertacoes-defendidas.

52) Posso ter um coorientador para meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Sim, é possível. Depois de matriculado, você e seu orientador podem optar por envolver um outro docente do PPgSI ou mesmo de outro programa, na qualidade de coorientador, para ajudar em seu projeto de pesquisa. Porém, para isso, além de haver o interesse das três partes envolvidas, um conjunto de regras específicas devem ser seguidas.

53) O projeto de pesquisa a ser realizado no curso de mestrado e de doutorado do PPgSI precisa ser na área de Computação?

Sim, obrigatoriamente. Tratam-se de cursos de mestrado e de doutorado da área de Ciência de Computação. Portanto, o projeto de pesquisa a ser desenvolvido e defendido precisa necessariamente ser nessa área. Devido ao enfoque de pesquisa aplicada que o PPgSI possui, projetos interdisciplinares são também possíveis e esperados, porém sempre tendo a Computação como principal elemento, mesmo que aplicada em diferentes áreas de conhecimento.

54) O projeto de pesquisa a ser realizado nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI precisa ter aspecto de pesquisa teórica ou aplicada?

Embora o principal foco do PPgSI seja de pesquisa aplicada, pesquisa com aspecto teórico pode perfeitamente ser desenvolvido dentro do PPgSI, e são inclusive bem vindas, desde que todos os outros demais requisitos sejam cumpridos. O perfil da pesquisa, se mais aplicado ou mais teórico, dependerá do perfil do orientador; porém, em geral, a maioria possui perfil mais inclinado à pesquisa aplicada.

55) O principal produto de meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI será minha dissertação ou tese?

Não. Embora a dissertação ou a tese em si seja um produto muito importante para a conclusão de seu curso de mestrado ou de doutorado, é esperado que seu conteúdo possa ser publicado na forma de artigos científicos em veículos relevantes e de alto impacto.

56) A qualidade dos artigos produzidos, a partir de meu projeto de pesquisa de meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI, é importante?

Sim, e muito importante. Durante os diferentes tipos de avaliação de aluno do PPgSI, realizados em diferentes momentos, será esperado que seu projeto de pesquisa leve a publicação de artigos científicos, em coautoria com seu orientador. Para isso, a qualidade da conferência ou do periódico em que seu artigo está sendo publicado será levada em consideração, com preferência para aqueles de cobertura internacional.

57) Patentes e produção de software equivalem-se a artigos, no escopo de meu curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Um tipo de produto altamente desejável pelos mestrandos e doutorandos durante seu curso são patentes e registros de software, mas principalmente as patentes. Apesar disso, tanto registros de software quanto patentes não substituem a necessidade de publicação de artigos científicos de qualidade.

58) É necessário ser graduado em Ciência da Computação ou Sistemas de Informação para cursar o mestrado no PPgSI?

Não, embora seja altamente desejável, pois é o principal foco do PPgSI. O aluno pode também ser graduado em outros cursos da área de computação, tal como Engenharia da Computação, ou ainda cursos com nomenclaturas diferentes, mas que representam o mesmo objetivo, tais como Análise de Sistemas, Computação Aplicada, ou Informática. Por fim, o aluno também pode ser graduado em cursos de áreas correlatas desde que apresentem formalmente ênfase em computação, tais como Administração de Empresas, Física, Matemática (Matemática Computacional), Estatísticas, algumas Engenharias. Outras áreas básicas de formação não são esperadas. Independentemente do curso, é necessário que haja necessariamente, em sua estrutura curricular, habilidades algorítmicas avançadas. Tanto bacharelados quanto licenciaturas são aceitas, desde que respeitando os requisitos anteriores.

59) É necessário ser mestre em Ciência da Computação ou Sistemas de Informação para cursar o doutorado no PPgSI?

Não, embora seja altamente desejável, pois é o principal foco do PPgSI. Há ainda vários outros mestrados na área de computação com nomenclatura diferente (tais como Informática, Informática Aplicada, Computação Aplicada, Engenharia da Computação etc.) que se adequam perfeitamente o perfil do curso de doutorado em sistemas de informação do PPgSI. Além disso, há vários cursos de mestrado de áreas correlatas que possuem interseção com a computação, tais como mestrado em Administração de Empresas, Física, Matemática (Matemática Computacional), Estatísticas, algumas Engenharias; os quais também seriam adequados para realizar um doutorado em Sistemas de Informação pelo PPgSI. Se o mestrado não foi exatamente em uma área da computação, o ideal é que a graduação tenha sido, pois o aluno do doutorado em Sistemas de Informação precisará de conhecimentos em computação para as disciplinas, incluindo as obrigatórias.

60) Eu preciso comprovar meu nível de conhecimento na área de Computação para me inscrever no processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Não necessariamente. Seu histórico escolar e currículo Lattes já fornecerão uma indicação de seu grau de conhecimento na área de Computação. Opcionalmente, você pode realizar o exame nacional Poscomp (realizado pela SBC – www.sbc.org.br) ou mesmo realizar uma disciplina específica no próprio PPgSI na condição de aluno especial para demonstrar seu nível de conhecimento na área de Computação. Esse tipo de comprovação é opcional, mas pode lhe ajudar a demonstrar seus conhecimentos na área e assim ganhar mais pontos no processo seletivo. Aqueles que optarem por não apresentar esse tipo de comprovação opcional, podem participar do processo seletivo, mas já devem estar cientes de que ficarão com zero pontos no respectivo item de avaliação, de acordo com as regras do edital de seleção. Por isso, essa opção é indicada àqueles candidatos que podem pontuar bem nos demais itens da avaliação.

61) Quais edições do Poscomp são válidas para o processo seletivo? Qualquer ano que eu tenha realizado a prova é válido?

Em geral, apenas as provas dos dois últimos anos valem para o processo seletivo do PPgSI para o mestrado, e as provas dos três últimos anos para o doutorado. Ou seja, como um exemplo, se você deseja participar do processo seletivo de 2019 para o mestrado, seja para início no primeiro ou no segundo semestre de 2019, você deve ter realizado o Poscomp nos anos 2018 ou 2017; se for para o doutorado, você pode ter realizado também o Poscomp de 2016. Essa informação é divulgada com detalhes no edital de seleção do processo seletivo do respectivo semestre; assim, consulte o edital para a informação exata.

62) Há alguma forma equivalente à prova Poscomp para eu comprovar meu nível de conhecimento na área de Computação para me inscrever no processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Sim, há uma disciplina do próprio PPgSI — a disciplina SIN5013 (Análise de Algoritmos e Estrutura de Dados) — que se cursada na condição de “aluno especial” pode ser usada como alternativa ao Poscomp no processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado como aluno regular, desde que o candidato seja aprovado nela. Veja os detalhes do que significa cursar disciplinas no programa na condição de aluno especial. Além da disciplina SIN5013, nenhuma outra disciplina do PPgSI, ou qualquer outra disciplina de qualquer outro programa de pós-graduação ou de cursos de graduação, mesmo que similar ou equivalente, pode ser usada para esse fim.

63) Se eu não tiver realizado a prova Poscomp nem tiver cursado a disciplina SIN5013 como aluno especial, ainda assim eu terei chances de ser aprovado no processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI??

Sim, existem chances, pois essa comprovação de conhecimento técnico na área de Computação é opcional. Porém, não é possível quantificar o nível dessa “chance” em termos de probabilidade ou possibilidade, pois isso depende de uma série de fatores, incluindo, por exemplo: qual será seu desempenho nos demais itens/critérios que serão avaliados no processo seletivo de acordo com o edital de seleção e qual será o desempenho dos demais candidatos (por exemplo, se a maioria deles também vai ou não apresentar seus resultados do Poscomp ou da disciplina SIN5013). Note que, pelo edital, você pode: ser eliminado por não atingir a nota mínima; ou não ser eliminado, mas ser classificado além do número de vagas, ficando em lista de espera; ou então não ser eliminado e ser classificado dentro do número de vagas, o que significa ser aprovado em primeira chamada.

64) Durante o processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI, posso enviar um currículo vitae em um padrão próprio, que não seja o da Plataforma Lattes?

Não, de forma alguma. Apenas currículos Lattes serão considerados, uma vez que esse é padrão usado para qualquer tipo de atividade acadêmica e científica no Brasil. É o mínimo que se espera de um candidato que deseja realizar um curso de mestrado ou de doutorado acadêmicos.

65) Durante o processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI, basta eu preencher meu currículo Lattes na plataforma online, ou preciso ainda gerar um PDF e enviar junto aos demais documentos?

Embora a plataforma Lattes seja online e seu currículo ficará lá disponível para consulta, você deve necessariamente gerar uma versão PDF dele para entregar junto com os demais documentos durante seu pedido de inscrição para o processo seletivo. Trata-se de um documento obrigatório, e sem ele sua inscrição não será nem mesmo homologada para seguir para a fase de avaliação.

66) O que devo incluir em meu currículo Lattes para participar do processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI? Ele deve seguir as diretrizes de currículos enxutos, valorizado pelo “mercado”?

Inclua todas as informações que você julgar importantes para mostrar seu potencial durante a avaliação de seu currículo no processo seletivo. Diferentemente da prática vigente no “mercado”, no meio acadêmico é espero que um currículo apresente detalhes de tudo o que foi realizado, e não apenas os itens mais importantes. A plataforma Lattes é muito extensa e rica, onde é possível incluir praticamente todo o tipo de informação curricular. Por outro lado, a plataforma pode ser de difícil uso para iniciantes, assim é importante navegar bastante por ela para conhecer todo seu potencial e verificar exatamente onde cada tipo de informação precisa ser cadastrado. Inclua tanto informações de sua graduação quanto de sua possível experiência profissional. Para a parte de sua graduação, não se esqueça de enfatizar atividades acadêmico-científicas e outras atividades extracurriculares, incluindo, por exemplo, a participação em projetos de iniciação científica e em eventos e a publicação de artigos.

67) Durante o processo seletivo para ingresso no curso de doutorado do PPgSI, o que ocorre se as pessoas para as quais eu pedi carta de recomendação não as enviar?

Você não será desclassificado do processo seletivo por isso, uma vez que as cartas de recomendação são itens opcionais. Porém, você deixará de pontuar nesse item da avaliação, mesmo que minimamente. Assim, é importante você tentar garantir que as cartas de recomendação sejam realmente entregues. Você pode inclusive solicitar para mais do que duas pessoas, nesse caso, indique a ordem de prioridade de avaliação em sua ficha de inscrição, pois caso mais do que duas sejam entregues, apenas duas serão avaliadas.

68) Durante o processo seletivo para ingresso no curso de doutorado do PPgSI, para quem devo pedir cartas de recomendação?

Cartas de recomendação devem ser emitidas por docentes e pesquisadores, ou seja, por quem pode lhe avaliar sob o ponto de vista acadêmica. Para o doutorado, é esperado que pelo menos uma das cartas seja de seu orientador de mestrado. Outras cartas deveriam idealmente ser emitidas por docentes e pesquisadores que tiverem um contato mais direto e mais recente com você, sempre que possível.

69) Posso assistir as aulas como aluno ouvinte?

Não existe previsão regimental para a participação de alunos ouvintes das disciplinas oferecidas pela USP.

70) Quando ocorre o processo seletivo para ingresso como aluno regular no curso de mestrado do PPgSI? E para o doutorado?

Tradicionalmente, existem dois processos seletivos por ano: um com inscrições aproximadamente entre outubro de novembro, com resultado em dezembro, para início em março do ano seguinte; e outro com inscrições aproximadamente entre abril e maio, com resultado em junho, para início em agosto do mesmo ano. Para o doutorado, pode haver editais semestrais (como no caso do mestrado) ou ingresso em fluxo contínuo, dependendo da demanda dos orientadores. Para detalhes, e verificar as datas corretas, acesse as informações de ingresso.

71) Quantas vagas existem para o processo seletivo para ingresso como aluno regular nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Não há números pré-definidos, pois isso depende do número de orientadores credenciados no programa em cada semestre, do número de alunos que cada um já está orientando, se há orientadores afastados ou não, entre outros fatores. Verifique os últimos editais para ter uma ideia do número de vagas que tem sido recentemente ofertada. Para detalhes, e verificar os números de vagas correto, acesse as informações de ingresso.

72) Que tipo de graduação é necessária para poder se candidatar a uma vaga no curso de mestrado do PPgSI? Precisa ter curso de Bacharelado ou Engenharia? Pode ser um curso de Tecnologia (Tecnólogo)? Pode ser um curso de Licenciatura?

Quase todo tipo de graduação é aceito. Não são aceitos apenas as “licenciaturas curtas” e os “cursos sequenciais”. Embora, regimentalmente, qualquer curso de tecnologia possa ser aceito, a avaliação da inscrição do candidato considerará a carga horária, que precisa ser razoavelmente próxima a cursos de bacharelado, e a cobertura curricular de disciplinas básicas e avançadas na área de computação (que também precisa ser razoavelmente próxima a cursos de bacharelados).

73) Todos os tipos de graduação são avaliados da mesma forma no processo seletivo para o mestrado?

Embora quase todos os tipos de graduação sejam aceitos, elas podem ser avaliadas de formas diferentes durante o processo seletivo, com diferentes pesos, por exemplo. Isso porque o processo seletivo busca identificar aqueles candidatos com maior potencial a realizar os melhores projetos de pesquisa dentro do curso de mestrado na área de ciência da computação, avaliando inclusive o tipo de graduação que eles cursaram. Porém, isso é apenas um dos aspectos a serem avaliados dentre os vários aspectos a serem avaliados no processo seletivo conforme previsto em edital.

74) Que tipo de mestrado é necessário para poder se candidatar a uma vaga no curso de doutorado do PPgSI? Precisa ter curso de mestrado acadêmico? Pode ser um mestrado profissional? Pode ser uma especialização ou um MBA?

Apenas mestrados acadêmicos são aceitos visto que o doutorado oferecido pelo PPgSI é um doutorado acadêmico. Todos os outros cursos de pós-graduação (mestrado profissional, especialização, MBA etc.) não habilitam para cursar um doutorado acadêmico. Apesar disso, existe a possibilidade de se cursar um “doutorado direto”, ou seja, sem ter cursado um mestrado anteriormente, porém, para isso, o aluno deve demonstrar extrema capacidade, competência e habilidades para pesquisa científica.

75) Para me inscrever no processo seletivo para ingresso nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI, há alguma taxa de inscrição?

Não, a inscrição no processo seletivo é gratuita.

76) É necessário ter comprovante de colação de grau para me inscrever no processo seletivo para ingresso no curso de mestrado do PPgSI?

Não, para participar do processo seletivo de mestrado você ainda não precisa estar com sua graduação finalizada, não sendo necessário já apresentar o comprovante de colação de grau. Porém, caso você seja selecionado, ele será necessário para que você possa realizar sua matrícula. Caso, no momento da matrícula, você não possa apresentar seu diploma de graduação ou um comprovante de colação de grau, seu resultado no processo seletivo para o mestrado perderá o efeito.

77) É necessário ter comprovante de defesa de dissertação de mestrado para me inscrever no processo seletivo para ingresso no curso de doutorado do PPgSI?

Não, para participar do processo seletivo de doutorado você ainda não precisa estar com seu mestrado finalizado, não sendo necessário já apresentar o comprovante de defesa. Porém, caso você seja selecionado, ele será necessário para que você possa realizar sua matrícula. Caso, no momento da matrícula, você não possa apresentar seu diploma de mestrado ou um comprovante de defesa de dissertação de mestrado, seu resultado no processo seletivo para o doutorado perderá o efeito.

78) Para cursar o mestrado e o doutorado no PPgSI, qual é o valor da mensalidade? Quanto tenho que pagar? Qual o valor do investimento?

Os cursos de mestrado e de doutorado oferecidos pelo PPgSI são gratuitos assim como todos os outros cursos de mestrado e doutorado acadêmicos oferecidos por instituições de ensino públicas como a USP. Os cursos de mestrado e de doutorado são gratuitos mesmo para aqueles alunos que não usufruírem de bolsa de estudos.

79) Além de não ter que pagar para cursar o mestrado ou o doutorado no PPgSI, posso ainda obter uma bolsa de estudos?

Sim, desde que o aluno seja de dedicação exclusiva no momento de atribuição da bolsa, e assim permaneça durante todo o período que deseja receber a bolsa. Há bolsas disponibilizadas pela Capes. Adicionalmente, se for de comum interesse com o orientador, podem ser encaminhadas solicitações individuais a agências de fomento como a Fapesp. Veja mais informações em: http://ppgsi.each.usp.br/regras-de-bolsas.

80) Qual o valor da bolsa de estudos para os cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Depende do momento e da agência de fomento. Veja links para os atuais valores em: http://ppgsi.each.usp.br/regras-de-bolsas.

81) Há bolsas de estudo disponíveis para todos os alunos de dedicação exclusiva interessados em bolsas dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Não necessariamente. Normalmente, forma-se lista de espera cuja ordem depende do desempenho do aluno no processo seletivo e no posterior andamento nos cursos de mestrado e de doutorado. Não há garantia de bolsas de estudos a todos os alunos regulares ingressantes aos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI. Isso depende do momento de ingresso, do número atual de bolsas, do número de ingressantes interessados em bolsas, dos programas de bolsa existentes em cada momento, da atual situação dos atuais bolsistas, entre outras possíveis situações. Importante notar que a simples manifestação de interesse por bolsa e posterior classificação na lista de bolsas não significa necessariamente atribuição de bolsa. Para informações mais precisas, acesse: http://ppgsi.each.usp.br/regras-de-bolsas.

82) Como devo proceder para conseguir minha bolsa de estudo para os cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Durante sua inscrição no processo seletivo, você indica seu potencial interesse em bolsa, apenas para fins estatísticos. Caso você seja aprovado, na matrícula como aluno regular, você deve informar que tem interesse em bolsa de estudo. A comissão responsável fará uma ordem de classificação de todos os candidatos aprovados interessados em bolsa, e as bolsas disponíveis serão distribuídas àqueles alunos mais bem classificados; os demais ficarão em lista de espera. Veja mais informações em: http://ppgsi.each.usp.br/regras-de-bolsas.

83) Qual o procedimento para candidatos estrangeiros interessados em cursar o mestrado e o doutorado no PPgSI?

Depende do tipo de ingresso que o candidato estrangeiro deseja. Se ele desejar pleitear alguma bolsa específica de algum programa brasileiro ou de seu país especificamente para a vinda ao Brasil de alunos estrangeiros, então ele primeiramente deve se apresentar para os orientadores e para a coordenação do PPgSI em busca de uma carta de aceite (condicional) para ser apresentada ao órgão responsável pela concessão da bolsa. Mas, se o candidato estrangeiro desejar cursar seu mestrado ou doutorado no PPgSI sem bolsa ou mesmo pleitear uma bolsa pelos mecanismos tradicionais do programa, então ele deve seguir o mesmo procedimento aplicável aos demais candidatos brasileiros. Para informações detalhadas, consulte: http://ppgsi.each.usp.br/alunos-estrangeiros/.

84) Há outras formas de financiamento além dessas bolsas de estudo, para ajudar o aluno que deseja ser de dedicação exclusiva dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Depende do momento. Independentemente de o aluno de dedicação exclusiva ter conseguido sua bolsa ou não, ele pode participar de outras atividades que eventualmente são oferecidas na USP e que podem ser gratificadas com bolsas adicionais. Essas outras bolsas normalmente possuem valores menores do que a bolsa de mestrado ou a bolsa de doutorado, pois são referentes a atividades parciais que devem ser realizadas durante a semana. Um exemplo é o Estágio PAE, cujas informações detalhadas podem ser consultadas em: http://ppgsi.each.usp.br/estagio-pae/.

85) É possível realizar estágio durante os cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Os alunos regulares do mestrado e do doutorado podem realizar estágios em empresas que desejem oferecer estágios para alunos em nível de pós-graduação, de forma similar a estágios realizados por alunos em nível de graduação. Nesse caso, a responsabilidade por encontrar tais empresas e ser selecionado para o estágio é do aluno interessado. Uma vez selecionado para estágio, o aluno deve contatar o SPG para formalizar o estágio perante a EACH-USP, o qual é um procedimento obrigatório. O estágio deve ser realizado necessariamente na área de computação, sistemas de informação, tecnologia da informação, ou em áreas bastante correlatas; e não precisa ser necessariamente na área de seu projeto de pesquisa.

86) Existe disponibilidade de alojamento (moradia estudantil) para os alunos do curso de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Informações a respeito da moradia estudantil da USP (CRUSP – Conjunto Residencial da USP) devem ser acessadas aqui: http://www.usp.br/coseas/COSEASHP/COSEAS2010.html.

87) Existe algum órgão da USP que pode auxiliar a vinda de alunos de outras cidades e que tenham dificuldades tais como dificuldade de ambientação ou dificuldade financeira?

A USP dispõe de um Serviço Social (SAS). Para mais informações acesse: SAS local da EACH-USP ou SAS central da USP. Em caso de dúvidas adicionais, entre em contato com os responsáveis pelo SAS por meio dos endereços de email disponibilizado nessas páginas.

88) É necessário fixar residência em São Paulo para ser aluno regular dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

Não necessariamente, desde que o aluno tenha disponibilidade para participar das aulas semanais, durante o período do curso que possui disciplinas, e das reuniões de orientação, conforme estabelecidas pelo orientador. Além disso, eventualmente, há outras atividades que demandam a presença física dos alunos em horário comercial, durante a semana. Apenas bolsistas precisam obrigatoriamente viver na cidade de São Paulo, para se dedicar exclusivamente aos cursos de mestrado ou de doutorado, de acordo com as regras das agências de fomento.

89) Os cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI podem ser realizados a distância?

A modalidade dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI é presencial, e não a distância. Mesmo que o aluno não seja bolsista e não deseje fixar residência em São Paulo, ainda assim as atividades a serem realizadas no curso precisam ser todas de forma presencial. Todas as disciplinas são ministradas na modalidade presencial. Mesmo após a etapa de disciplinas, ainda haverá várias atividades de caráter presencial, incluindo reuniões periódicas com seu orientador e com o grupo de pesquisa. Além disso, eventualmente, são realizadas atividades adicionais, tal como workshop de acompanhamento em que é requerida a presença de todos os alunos.

90) Qual é o percentual de presença mínimo necessário para obter aprovação nas disciplinas dos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

O percentual mínimo de presenças para aprovação em disciplinas em todos os cursos de pós-graduação stricto sensu da USP (incluindo os cursos de mestrado e doutorado acadêmicos do PPgSI) é de 75%, o que está de acordo com as regulamentações do MEC.

91) O que é um aluno especial?

A USP, de forma geral, prevê dois tipos de aluno de pós-graduação: aluno regular e aluno especial. Aluno regular é aquele regularmente matriculado em seu curso, com o objetivo de realizá-lo completamente, passando por todas as etapas previstas (incluindo disciplinas), cumprindo todos os requisitos necessários, sempre com o auxílio de um orientador, para ao final obter o título pretendido. Aluno especial é aquele que apenas cursa disciplinas de pós-graduação, em caráter isolado, sem vínculo regular com o programa de pós-graduação em si, nem com um orientador.

92) Como é feita a seleção para aluno especial? São os mesmos critérios usados para a seleção de aluno regular conforme previsto no edital de seleção?

Cada docente responsável por cada uma das disciplinas a serem oferecidas no semestre em questão usa os critérios que julgar mais apropriados para selecionar os candidatos inscritos para cursar sua disciplina na condição de aluno especial. Assim, é prerrogativa do próprio docente selecionar quais candidatos ele considera mais aptos a cursar sua disciplina como aluno especial, de forma que, na sequência, a comissão coordenadora do programa apenas defere ou não a indicação feita pelos docentes. Em geral, os docentes usam informações tais como: formação do candidato (incluindo o curso de graduação, a instituição em que cursou a graduação, seu desempenho verificado por meio de seu histórico escolar); desempenho obtido em possíveis outras disciplinas já cursadas no PPgSI na condição de aluno especial; justificativas ou motivos apresentados para desejar cursar disciplinas no PPgSI na condição de aluno especial.

93) Quantas vagas existem para alunos especiais?

O número de vagas para alunos especiais em uma determinada disciplina depende de vários fatores, mas de uma forma geral é prerrogativa do docente ministrante de cada disciplina decidir quantas vagas ele deseja oferecer para alunos especiais. Alguns fatores que podem influenciar no número de vagas a serem oferecidas para alunos especiais para uma determinada disciplina, em um determinado semestre, são: número de alunos regulares previstos para a turma; tamanho da sala; natureza da disciplina; estilo/dinâmica das aulas e do conteúdo a ser ministrado; entre outros possíveis fatores.

94) No processo seletivo para aluno especial para o PPgSI, há lista de espera?

Não, não há nenhuma lista de espera para os selecionados no processo seletivo para aluno especial, pois não é possível realizar matrícula depois que as disciplinas já foram iniciadas. Assim, caso algum dos candidatos selecionados para aluno especial desista, não se matricule ou tranque sua matrícula depois de matriculado, não é possível convocar outros candidatos; portanto, não é possível manter uma lista de espera para esses casos.

95) Na existência de vagas, todos os candidatos a aluno especial serão selecionados?

Não necessariamente. Mesmo que haja vagas suficientes para alunos especiais, é prerrogativa do docente decidir se um determinado candidato possui ou não histórico de graduação equivalente ao necessário para cursar uma disciplina de pós-graduação em nível de mestrado e doutorado acadêmicos na área de computação. Assim, considerando a documentação entregue pelos candidatos, os docentes avaliam caso a caso para verificar quais são os candidatos que realmente demonstram bagagem mínima para acompanhar o desenvolvimento da disciplina sem comprometer o bom andamento da disciplina, principalmente em relação aos alunos regulares, para o qual a disciplina é primordialmente planejada.

96) É necessário iniciar os cursos de mestrado e de doutorado no PPgSI como aluno especial? Ou é possível iniciá-los diretamente como aluno regular?

Pode-se iniciar os cursos de mestrado e de doutorado no PPgSI tanto na condição de aluno especial quanto diretamente na condição de aluno regular. O candidato precisa entender bem a diferença e as regras de cada tipo para verificar qual a melhor escolha para seu caso. Usualmente, candidatos que pretendem cursar em dedicação integral iniciam diretamente como aluno regular, e candidatos que pretendem cursar em dedicação parcial iniciam como aluno especial e depois mudam para aluno regular.

97) É possível cursar disciplinas do PPgSI como aluno especial?

Sim, desde que o docente responsável pela disciplina em questão e a coordenação do PPgSI aprovem sua participação com base em sua ficha de inscrição, currículo e disponibilidade de vagas. Cada disciplina é avaliada de forma independente. O PPgSI reserva esse tipo de situação àqueles alunos que pretendem futuramente ser alunos regulares, querendo apenas adiantar algumas disciplinas na condição de aluno especial. Interessados em cursar disciplinas como aluno especial que não demonstrem potencial para entrarem na sequência como aluno regular não deverão ter suas solicitações aprovadas.

98) É possível convalidar (ou aproveitar) disciplinas cursadas como aluno especial caso o aluno venha a se matricular posteriormente como aluno regular nos cursos de mestrado ou de doutorado do PPgSI?

Sim, porém há regras específicas para isso que devem ser observadas, incluindo a concordância de seu orientador. Caso a disciplina tenha sido cursada como aluno especial no próprio PPgSI, a chance de aprovação é quase certa.

99) Qual o prazo máximo para poder aproveitar uma disciplina cursada como aluno especial depois de ingressar como aluno regular nos cursos de mestrado e de doutorado do PPgSI?

A disciplina deve ter sido cursada em no máximo 36 meses anteriores à data da matrícula inicial como aluno regular nos cursos de mestrado ou de doutorado. Ou seja, você deve entrar como aluno regular no máximo até três anos depois que você começou a cursar uma disciplina como aluno especial para poder convalidá-la e usá-la como aluno regular, caso contrário, você não poderá mais usá-la como aluno regular e, caso você ingresse como aluno regular, terá que cursá-la novamente.

100) Aluno especial não possui orientador?

Não. Apenas alunos regulares possuem orientadores.

101) Quais as disciplinas mais recomendadas para cursar como aluno especial?

Principalmente, a disciplina obrigatória “Análise de Algoritmos e Estrutura de Dados”. Como segunda opção, disciplinas optativas que estejam ligadas à área que o aluno deseja trabalhar em seu projeto de pesquisa.

102) Qual disciplina não é recomendada para cursar como aluno especial?

A disciplina de Metodologia de Pesquisa em Sistemas de Informação não deve ser realizada na condição de aluno especial, pois ela pressupõe a existência de um tema de pesquisa já bem definido. Apenas alunos que já possuem projetos planejados com futuros orientadores devem cursá-la na condição de aluno especial, por exemplo, alunos que estão finalizando o curso de graduação em Sistemas de Informação na EACH-USP, ou que recém o finalizaram, e que tenham realizado projetos de Iniciação Científica (IC) ou Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com potencial para serem continuados no curso de mestrado. Sempre converse antes com um potencial orientador do curso de mestrado ou de doutorado do PPgSI antes de decidir cursar essa disciplina como aluno especial.

103) É certeza que eu consigo entrar posteriormente como aluno regular nos cursos de mestrado ou de doutorado do PPgSI depois de ter cursado disciplinas isoladas como aluno especial?

Não. A aprovação em disciplinas cursadas como aluno especial não garante o futuro ingresso como aluno regular, mesmo que o candidato consiga aprovação em todas as disciplinas necessárias para o mestrado ou doutorado. O processo seletivo para aluno regular é regido por regras bem definidas que avaliam cinco critérios principais, sendo que a aprovação prévia em disciplinas do PPgSI como aluno especial contribui para a pontuação em apenas um desses cinco critérios, de forma que existe a possibilidade que candidatos que não cursaram nenhuma disciplina como aluno especial apresente uma pontuação maior no processo seletivo. Além disso, o número de vagas para aluno regular costuma ser menor do que a de alunos especiais, de forma que não há garantias que haverá disponibilidade de orientador para todos os casos.

104) Onde está localizado o PPgSI?

O PPgSI é sediado por uma das unidades da USP, no caso, a EACH – Escola de Artes, Ciências e Humanidades. A EACH é uma unidade da USP localizada na capital, cidade de São Paulo, no campus localizado na região leste da cidade, em direção à cidade de Guarulhos. Para chegar de carro, o melhor acesso é via Rod. Ayrton Senna, saindo no Km 17. Há também a possibilidade de acesso via metrô + trem, com uma estação de trem (CPTM) dentro do campus [estação chamada “USP Leste” da linha “12 – Safira”].